Guerra na Ucrânia: a queda do império de Abramovich, dono do Chelsea?