Os brinquedos e jogos mais famosos da história!

Lembranças da nossa infância
Lego
Barbie
Playmobil
Fofolete
Boneca da Xuxa
G.I. Joe (Comandos em Ação)
Action Man
Polly Pocket
Bonecas-Repolho
Bonecos dos Power Rangers
Furby
Trolls
My Little Pony
Tamagotchi
Scalextric
Hot Wheels
Micro Máquinas
Carrinho de controle remoto
Cubo Mágico
Pião
Mola maluca
Bolinha de gude
Tampinha de garrafa
Monopoly (Banco Imobiliário)
Jogo da Vida
Trivial Pursuit
Quem é quem?
Jogo da v e l h a
Palavras Cruzadas
War
Twister
Detetive
Stratego
Batalha Naval
Dominó
Magia: O Encontro
Traço Mágico
Game Boy
Videogames clássicos
Lembranças da nossa infância

Assim como Andy, todos nós crescemos e deixamos para trás aqueles brinquedos e brincadeiras que marcaram nossa infância, mas que nunca desaparecerão de nossas memórias. Relembre alguns dos mais míticos, na galeria!

Foto: Chris Hardy (Unsplash)

Lego

No final dos anos 1950, a empresa Lego Systems deu origem a estes blocos de construção de plástico aos quais foram posteriormente adicionados figuras e outros elementos. Faz sucesso até hoje!

Foto: Ari Suryanata (Unsplash)

Barbie

A boneca mais famosa de todos os tempos foi criada em 1959, pela Mattel. Protagonista da infância de muitas crianças, também foi criticada pelos estereótipos que reproduz. Em 2016, passou por uma grande revolução de corpos, penteados e cor da pele.

Foto: Elena Mishlanova (Unsplash)

Playmobil

Esses bonequinhos de 7,5 centímetros de altura que movem os braços para cima e para baixo, a cabeça de um lado para o outro e a cintura, nasceram em 1974. São conhecidos por seu universo infinito, com acessórios e cenários de todos os tipos e épocas possíveis.

Foto: Markus Spiske (Unsplash)

Fofolete

Quem não se lembra das adoráveis Fofoletes? As bonequinhas brasileiras eram tão pequenas que vinham em uma caixinha de fósforos! Surgiram no final dos anos 1970, tiveram seu auge nos anos 1980 e, depois de um tempo desaparecidas, voltaram a ser lançadas com um look mais moderno. Primeiramente foram fabricadas pela Trol e depois pela Estrela. Cerca de 12 milhões de unidades foram vendidas, superando inclusive o conhecido Jogo da Vida.

Boneca da Xuxa

Nunca poderemos esquecer a boneca da Xuxa, que foi uma febre no Brasil nos anos 1980 e 1990... dela  é a lenda urbana que carrega por trás. Diziam estava possuída pelo diabo!

G.I. Joe (Comandos em Ação)

Os bonecos de soldados mais míticos já criados foram comercializados a partir dos anos 1960 pela Hasbro e tiveram lares pelo mundo inteiro. Tamanho seu sucesso, que deu origem a uma série de desenhos animados.

Action Man

Na década de 1990, este outro boneco militar voltou ao mercado e causou furor entre as crianças. Surgiu nos anos 1960, através da Palitoy, e acabou sendo mais um produto da Hasbro. Em seu grande momento começou como personagem militar e acabou como um homem aventureiro.

Polly Pocket

Assim como a Barbie, era mais um brinquedo comercializado pela Mattel. Estas bonequinhas de 'bolso' foram criadas em 1983, por Chris Wiggs para sua filha Kate.

Bonecas-Repolho

Estas bonecas, também conhecidas por Cabbage Dolls ou Pimpolho, nasceram na década de 1980 e destacaram-se por suas grandes bochechas e um corpo macio que convidava a abraçá-las. O grande atrativo  é que não havia nenhuma igual que outra, cada uma era 100% original e única.

Bonecos dos Power Rangers

Nos anos noventa, a série de televisão japonesa 'Power Rangers' triunfou entre as crianças. A partir desse sucesso, foram gerados inúmeros tipos de merchandising, e entre eles, estavam esses bonecos de ação que podiam virar a cabeça para ficar com ou sem capacete.

Foto: Raphael Cubertafon (Unsplash)

Furby

Os Furbys nasceram em 1998 e, embora fosse um boneco para crianças, também agradava os adultos. Fabricado pela Tiger Electronics (subsidiária da Hasbro), destacou-se pela sua aparente inteligência que simulava aprender o que estávamos dizendo. Segundo seus criadores, essa estranha criatura seria uma mistura de rato, gato, morcego, coruja e galinha!

Foto: Alexas Photos (Pixabay)

Trolls

Esses bonequinhos nasceram na Dinamarca, no final dos anos 1950, graças a um lenhador chamado Thomas Dam. Tornaram-se moda em todas as décadas posteriores.

Foto: Domínio Público (Pixabay)

My Little Pony

Mais um produto da fábrica da Hasbro que foi um sucesso desde o início dos anos 1980 até muitos anos depois. Eram nada mais do que alguns pôneis de cores diferentes com cabelos enormes para pentear.

Foto: Furbymama (Pixabay)

Tamagotchi

Este ovinho com uma tela mostrando um p i n t i n h o que tínhamos que cuidar foi uma verdadeira revolução no final dos anos oitenta. Vindo do Japão, podia ser carregado no bolso ou, inclusive, usado como chaveiro (para crianças e também para adultos). Apesar da simplicidade da ideia, foi um verdadeiro sucesso naquela época.

Foto: Cosmoh Love (Unsplash)

Scalextric

Talvez o carro de corrida mais famoso internacionalmente e bem-sucedido já criado seja o Scalextric. Vinha com slots - pistas em miniatura - por onde era impulsionado eletricamente, através de um controle remoto. Um brinquedo revolucionário que nasceu em 1956 e que continua a ser vendido até hoje como objeto de coleção e veneração.

Hot Wheels

Os Hot Wheels são carros em miniatura feitos com muito detalhe. Foram criados pela Mattel em 1968. Com o tempo, foram fabricados mais de três bilhões de unidades, e mais de 800 modelos diferentes. Deram origem a filmes a videogames.

Foto: Ben Grant (Unsplash)

Micro Máquinas

As Micro Máquinas são um conceito semelhante ao dos 'Hot Wheels', mais ainda menores. Eles foram criados pela empresa Galoob (atualmente parte da Hasbro) nas décadas de 1980 e 1990.

Carrinho de controle remoto

Nesse caso, marcas ou modelos não importam. Não havia uma criança que não quisesse um carrinho de controle remoto para brincar.

Cubo Mágico

Trata-se de um quebra-cabeça tridimensional criado pelo escultor e professor de arquitetura húngaro, Ernő Rubik, em 1974. Com o tempo, tornou-se o brinquedo mais vendido do mundo. Simples na origem e difícil na hora de resolvê-lo. Horas de prazer ou desespero para deixar cada um de seus lados da mesma cor.

Foto: Fletcher Pride (Unsplash)

Pião

Neste ponto, paramos para relembrar brinquedos mais simples e que até hoje podemos encontrar nas lojas. Um deles é o pião, que poderia nos proporcionar tantas horas de entretenimento puxando-o com uma corda para vê-lo girar e girar sem parar.

Mola maluca

Com as molas malucas podíamos fazer movimentos de uma mão para outra, esticá-las, encolhê-las ou fazê-las descer escadas. Parece bobagem, mas quantos momentos de diversão nos deu!

Bolinha de gude

Com as bolas de gude, todo tipo de jogo pode ser planejado: corridas, lutas, habilidades de todos os tipos. O seu grande sucesso deu até origem a competições com equipes federadas.

Foto: Ignartonosbg (Pixabay)

Tampinha de garrafa

Eis um exemplo de um fruto da criatividade das crianças dos tempos em que uma tela digital não era nada. Com as tampinhas de garrafa podíamos jogar até partidas de futebol. Assim como as bolinhas de gude, também deram origem a competições e equipes federadas.

 

Monopoly (Banco Imobiliário)

Embora voltem a estar na moda, foi no século passado que os jogos de tabuleiro tiveram seus maiores sucessos. Um bom exemplo deles, que perdura até hoje, é o Monopoly (Banco Imobiliário), o jogo em que compramos e vendemos ruas e bairros enriquecendo e espoliando nossos rivais.  Capitalismo extremo!

Foto: Maria Lin Kim (Unsplash)

Jogo da Vida

Este é um jogo de tabuleiro que existe desde 1860! No Brasil, fez um grande sucesso a partir da década de 1980 e graças, uma vez mais, à Estrela. Quem não se lembra de ter 5 filhos, se aposentar, ir à falência e tentar ter a vida mais bem sucedida para ganhar?

Trivial Pursuit

Para os mais estudiosos existia - e ainda existe, com várias versões diferentes - o Trivial Pursuit. Um jogo de perguntas e várias opções de resposta com o qual pudemos demonstrar todo o nosso conhecimento de geografia, arte e literatura, história, entretenimento, ciência, natureza etc...

Quem é quem?

A versão brasileira deste brinquedo da Hasbro foi fabricada pela Estrela sob o nome 'Cara a Cara'. Dois oponentes fazem perguntas mútuas para tentar descobrir quem é o personagem um do outro.

Jogo da v e l h a

Um jogo quase tão antigo quanto a história, simples e eficaz. Um jogador coloca círculos e outro cruzes em uma espécie de tabela. Ganha quem conseguir ligar seu símbolo em uma só linha.

Palavras Cruzadas

No caso deste brinquedo comercializado pela Hasbro nos Estados Unidos e Canadá e pela Mattel no resto do mundo, a questão não é ligar círculos ou cruzes enfileiradas, mas sim, colocar peças com letras para criar palavras. Divertido e educativo para jovens e idosos desde 1948.

Foto: Freysteinn G. Johnsson (Unsplash)

War

Albert Lamorisse foi o responsável de inventar este jogo, em 1950. Comercializado pela Parker Brothers desde 1958, como tantos outros, foi engolido pela Hasbro. Foi - e é - um grande jogo de estratégia e guerra cujo objetivo final é conquistar o mundo inteiro.

Foto: Mathew Guay (Unsplash)

Twister

Jogo de habilidades físicas, pois não basta sentar à mesa como o resto dos jogadores. Devemos colocar as mãos e os pés nas cores diferentes que vão saindo na roleta. Engraçado e adequado para todas as situações possíveis...

Foto: Imslavinsky (Pixabay)

Detetive

'Detetive' ('Cluedo', em Portugal; 'Clue', nos Estados Unidos) é um jogo de tabuleiro que foi originalmente criado pela Waddingtons, na Inglaterra, em 1949. É vendido no Brasil pela Estrela. Um jogo de mistério que nos faz sentir um pouco como Sherlock Holmes para descobrir o autor de um crime.

Stratego

Muito semelhante ao War, mas com o objetivo de retirar a bandeira dos jogadores adversários, ou então eliminar todas as suas peças com capacidade ofensiva. Mais um jogo de estratégia e guerra que faz sucesso até hoje, com adaptações temáticas de 'O Senhor dos Anéis', 'As Crônicas de Nárnia', 'Guerra nas Estrelas' e 'Marvel'.

Batalha Naval

Outro clássico de tabuleiro que consiste em descobrir, através de coordenadas, onde estão posicionados os navios do adversário. Chegou ao Brasil apenas em 1988, em diferentes versões. Foi criado por soldados russos durante a 1ª Guerra Mundial, e era originalmente jogado em folhas de papel cuadriculado, desenhado à mão.

Dominó

Um jogo cuja história remonta a séculos no passado, mas que todos gostamos muito. Tão simples quanto colocar fichas de modo que os números dos pontos em cada uma coincidam. O primeiro a ficar sem elas ganha. Outro compromisso com a simplicidade e entretenimento eficaz.

Foto: Tom Wilson (Unsplash)

Magia: O Encontro

Jogo de cartas com muito conteúdo e não muito simples que se popularizou nos anos noventa, desde que o professor de matemática americano Richard Garfield o criou. Era composto de cartas colecionáveis para depois jogar no mais puro estilo de role-playing game. Gerou um universo que conta com mais de 6 milhões de jogadores ao redor do mundo ao longo de sua história.

Foto: Wayne Low (Unsplash)

Traço Mágico

O 'Traço Mágico' foi inventado pelo francês André Cassagnes em 1959 e comercializado, pela primeira vez, nos Estados Unido,s em 1960 sob o nome 'Etch-A-Sketch'. É uma tela na qual você pode desenhar usando dois controles giratórios e que pode ser apagada simplesmente sacudindo-a.

Game Boy

Um clássico para a revolução tecnológica de jogos daqueles tempos, Game Boy era um videogame portátil comercializado pela Nintendo que rendeu-nos horas de diversão.

Foto: Olá, sou Nick (Unsplash)

Videogames clássicos

Esses foram os anos em que os videogames, hoje considerados clássicos, começaram a surgir e serviram de base para os atuais. Pac-Man, Super Mario Bros., Donkey Kong, Tetris são alguns deles...

Foto: Man Sei (Unsplash)

Más para ti