Um filme polêmico
O diretor
Uma experiência arriscada
Antes disso
Mudança de estilo
Toda perfeita
Papel duvidável
Corajosa
Péssima crítica
Adeus a uma carreira promissora
Trabalhos menores
Sempre ativa
O público
'Showgirls': êxito tardio
Nova perspectiva
Difícil de superar
Reconhecimento
Frustração ou esperança?
Ativismo
Instagram
Temas relevantes
'Ask Elizabeth'
Uma ressurreição atípica
Empoderada e feliz
O ressurgimento de Elizabeth Berkley: de 'Showgirls' à palestrante de sucesso
(1/25)
Um filme polêmico

"Nomi, uma jovem ambiciosa, chega a Las Vegas decidida a virar a dançarina top da cidade". Esta é Elizabeth Berkley, no filme 'Showgirls', um papel que mudaria a reputação da atriz em Hollywood, não exatamente para melhor.

O ressurgimento de Elizabeth Berkley: de 'Showgirls' à palestrante de sucesso
(2/25)
O diretor

Paul Verhoeven tinha pensado em convidar Charlize Theron ou Denise Richards para o papel de Nomi. Mas antes que de tomar a decisão definitiva, conheceu outra jovem atriz.

O ressurgimento de Elizabeth Berkley: de 'Showgirls' à palestrante de sucesso
(3/25)
Uma experiência arriscada

Elizabeth Berkley tinha 23 anos e chamou a atenção do diretor, que fez o convite para ela estrelar seu filme. A atriz ainda não sabia que a personagem mudaria sua vida.

O ressurgimento de Elizabeth Berkley: de 'Showgirls' à palestrante de sucesso
(4/25)
Antes disso

A atriz havia interpretado Jessica Spano, na série 'Uma Galera do Barulho' ('Já Tocou', em Portugal, 1989), e estava ansiosa por participar de uma produção diferente. Foi quando recebeu o convite para viver Nomi, em 'Showgirls' (1995).

O ressurgimento de Elizabeth Berkley: de 'Showgirls' à palestrante de sucesso
(5/25)
Mudança de estilo

Berkley queria mudar o estilo de suas atuações para não ficar rotulada como uma atriz de comédia adolescente para a TV. Então, ela aceitou fazer o teste para o filme de Paul Verhoeven.

O ressurgimento de Elizabeth Berkley: de 'Showgirls' à palestrante de sucesso
(6/25)
Toda perfeita

Ela achava que a mudança de estilo seria saudável para sua carreira. Isto porque, na série em questão, Berkley viveu o estereótipo da aluna perfeita: boas notas, simpática, alta, bonita e atlética. Assim, o novo projeto iria ajudá-la a deixar tudo isso para trás e mostrar a Hollywood que ela era uma atriz versátil e rentável.

O ressurgimento de Elizabeth Berkley: de 'Showgirls' à palestrante de sucesso
(7/25)
Papel duvidável

Se Berkley tivesse pensado melhor sobre a proposta de 'Showgirls', talvez a teria recusado, como já tinham feito Sharon Stone, Angelina Jolie, Drew Barrymore e, até, Pamela Anderson.

O ressurgimento de Elizabeth Berkley: de 'Showgirls' à palestrante de sucesso
(8/25)
Corajosa

Mas Elizabeth foi valente o suficiente para enfrentar o desafio e assumir um papel que ninguém mais queria. No entanto, ser associada ao filme não foi muito vantajoso.

O ressurgimento de Elizabeth Berkley: de 'Showgirls' à palestrante de sucesso
(9/25)
Péssima crítica

Os críticos foram impiedosos e destruíram a obra. Eles disseram que havia muitas cenas de n u d e z gratuita e que o roteiro estava mal estruturado, além de contar com atuações terríveis.

O ressurgimento de Elizabeth Berkley: de 'Showgirls' à palestrante de sucesso
(10/25)
Adeus a uma carreira promissora

Seu agente, quem lhe havia conseguido o filme, deixou de representá-la e sua carreira promissora foi por água abaixo. Do dia para a noite, Hollywood passou a ser um pesadelo para a jovem atriz.

O ressurgimento de Elizabeth Berkley: de 'Showgirls' à palestrante de sucesso
(11/25)
Trabalhos menores

Foi assim que ela viu-se obrigada a assumir papéis menores e a contentar-se com aparições em filmes de baixo orçamento. De qualquer forma, nunca ficou sem trabalho.

O ressurgimento de Elizabeth Berkley: de 'Showgirls' à palestrante de sucesso
(12/25)
Sempre ativa

Nos últimos 25 anos, ela apareceu em séries como 'CSI: Miami', 'SOS Malibu' ('Marés Vivas', em Portugal) e 'Nova York Contra o Crime' ('A Balada de Nova Iorque' em Portugal), além de filmes como 'O Escorpião de Jade', de Woody Allen, ou 'Um Domingo Qualquer', de Oliver Stone.

O ressurgimento de Elizabeth Berkley: de 'Showgirls' à palestrante de sucesso
(13/25)
O público

Curiosamente, os nove episódios de 'CSI: Miami' (2008-2009) que ela participou foram um sucesso de público. Na série, ela interpretou Julia Winston, a parceira problemática de Horatio Cane.

O ressurgimento de Elizabeth Berkley: de 'Showgirls' à palestrante de sucesso
(14/25)
'Showgirls': êxito tardio

Mesmo tendo sido um grande fracasso na época, a opinião do público sobre o filme mudou, com o tempo. A obra renasceu como um clássico cult, sendo um grande sucesso em números de visualizações na televisão e por streaming.

O ressurgimento de Elizabeth Berkley: de 'Showgirls' à palestrante de sucesso
(15/25)
Nova perspectiva

A atriz disse ao Collider que celebrou o inesperado renascimento do filme: “Estou impressionada com a apreciação do filme e muito feliz que o público possa ter mudado o olhar sobre ele."

O ressurgimento de Elizabeth Berkley: de 'Showgirls' à palestrante de sucesso
(16/25)
Difícil de superar

Obviamente, ela passou por um período de tristeza e contou que, muitas vezes, culpava-se pelo fracasso do filme. Durante anos, não quis falar sobre o assunto, nem dar qualquer entrevista relacionada a isso.

O ressurgimento de Elizabeth Berkley: de 'Showgirls' à palestrante de sucesso
(17/25)
Reconhecimento

Em 6 de maio de 2009, a atriz foi convidada para uma exibição especial de 'Showgirls', em comemoração ao dia em que foi legalizado o casamento entre pessoas do mesmo s e x o, nos Estados Unidos. Elisabeth fez um discurso agradecendo ao coletivo LGBTQIA+ por contribuir para melhorar a recepção do filme.

O ressurgimento de Elizabeth Berkley: de 'Showgirls' à palestrante de sucesso
(18/25)
"Saí melhor e mais forte"

Em entrevista ao Collider, ela disse não arrepender-se de haver interpretado Nomi. "A situação não foi nada fácil, na época, mas acho que os altos e baixos fazem parte da vida. Como eu era muito jovem, tive que aprender coisas duras, mas eu as superei e saí melhor e mais forte."

O ressurgimento de Elizabeth Berkley: de 'Showgirls' à palestrante de sucesso
(19/25)
Frustração ou esperança?

A atriz transformou a sua frustração em algo positivo. Ela decidiu ajudar outras mulheres a enfrentarem as dificuldades que ela própria havia passado.

O ressurgimento de Elizabeth Berkley: de 'Showgirls' à palestrante de sucesso
(20/25)
Ativismo

Em 2006, criou um programa de auto-estima chamado 'Pergunte a Elizabeth' ('Ask Elisabeth', em ingês). Ela percorria escolas de todos os Estados Unidos, e oferecia às adolescentes ferramentas para enfrentar os problemas comuns de sua idade.

O ressurgimento de Elizabeth Berkley: de 'Showgirls' à palestrante de sucesso
(21/25)
Instagram

A atriz escreveu sobre o programa: "10 anos facilitando oficinas de auto-estima, como voluntária, em escolas para meninas, tem sido minha missão de todo o coração".

O ressurgimento de Elizabeth Berkley: de 'Showgirls' à palestrante de sucesso
(22/25)
Temas relevantes

As palestras abordam aspectos como autoestima, pressão social, amor, menstruação e relacionamentos. Certamente, sem a difícil experiência de 'Showgirls', ela não teria chegado até aqui.

O ressurgimento de Elizabeth Berkley: de 'Showgirls' à palestrante de sucesso
(23/25)
'Ask Elizabeth'

Neste livro, ela coletou algumas das perguntas que meninas, entre 11 e 18, anos lhe fizeram. Foi um dos best-sellers de 2011, nos Estados Unidos.

O ressurgimento de Elizabeth Berkley: de 'Showgirls' à palestrante de sucesso
(24/25)
Uma ressurreição atípica

Depois de um grande fracasso, Elizabeth Berkley conseguiu dar a volta por cima e construir um propósito de vida. Ela não voltou como estrela de cinema, mas é uma conselheira de sucesso para milhares de adolescentes, feito digno de muitos aplausos!

O ressurgimento de Elizabeth Berkley: de 'Showgirls' à palestrante de sucesso
(25/25)
Empoderada e feliz

Elizabeth Berkley chegou à casa dos 50 anos, muito satisfeita, recuperou o respeito da indústria cinematográfica e construiu um belo trabalho social e educacional. O fracasso de 'Showgirls' transformou-se em algo maravilhoso.

Más para ti