O que aconteceu com o elenco de 'Chaves', após fim do programa?

Chiquinha
Chiquinha
Chaves
Chaves e Chapolim
Chaves
Seu Madruga
Quico
Quico
Carlos Villagrán
Senhor Barriga
Édgar Viva
Senhor Barriga
Professor Girafales
Dona Florinda
Dona Florinda
Jaiminho, o carteiro
Dona Clotilde
Dona Clotilde (Angelines Fernández)
Chiquinha

Chiquinha era interpretada por María Antonieta de las Nieves. A atriz lançou, em 2015, o livro 'Había Una Vez Una Niña en una Vecindad' ('Era Uma Vez uma Menina em uma Vizinhança', em tradução livre), onde revela acontecimentos que marcaram sua vida.

Chiquinha

María Antonieta de las Nieves participou do programa Chespirito até 1994. Depois fez a série "Aquí está la Chilindrila", que lhe rendeu um processo judicial movido por Bolaños, pelos direitos autorais da Chiquinha. Foi proprietária de um circo e fez shows em vários países.

Chaves

Roberto Gómez Bolaños, criador e protagonista da série, morreu aos 85 anos, em novembro de 2014. A causa da morte não foi divulgada, embora o ator já sofresse de diabete e enfisema pulmonar.

Chaves e Chapolim

Bolaños era formado em engenharia, mas obteve reconhecimento internacional por ser um dos maiores multitalentos da história da dramaturgia. Recebeu várias homenagens ao longo da carreira, entre elas o Prêmio Ondas Iberoamericano, em 2013.

Chaves

Roberto Gómez Bolaños permaneceu na televisão até 1995, com o "Programa Chespirito", logo depois se aposentou. Casou-se duas vezes e teve 6 filhos.

Seu Madruga

Ramón Valdéz, ator que interpretava Seu Madruga, deixou o programa do Chaves em 1979, por divergências pessoais. Recebeu um convite para trabalhar em um circo e, com ele, fez shows por todo o México. Morreu de câncer, com 64 anos, em 1988.

Quico

Carlos Villagrán, nascido em 1944, dava vida a Quico. Em setembro de 2020, participou de uma live no Instagram onde relembrou a época em que gravava o programa e contou o quanto sofreu com a morte do colega Ramón Valdéz.

Quico

Carlos Villagrán deixou o elenco de Chaves em 1979, depois de se desentender com quase todos os atores.

Carlos Villagrán

Mudou-se para a Venezuela onde pode registrar seu personagem e participar de programas que foram exportados a vários países. Atualmente, faz shows pela América Latina.

Senhor Barriga

Édgar Viva, o intérprete do Seu Barriga, também deu uma entrevista recente a um meio de comunicação para explicar o motivo dos programas de Bolaños deixarem de ser exibidos no mundo.

Édgar Viva

De acordo com ele, a Televisa não renovou o contrato de direitos autorais vigente até o dia 31 de julho de 2020. "Que visão e inteligência de Bolaños em pôr prazo nisso", revelou à radio mexicana Fórmula.

Senhor Barriga

Édgar Vivar, formado em medicina, alcançou a fama com o programa do Chaves e várias outras obras artísticas. Em 1985, montou um circo com o qual viajou pela América Latina, interpretando os personagens Nhonho e Senhor Barriga até 2002.

Professor Girafales

Rubén Aguirre Fuentes também foi proprietário de um circo e produziu o programa da Chiquinha. Se aposentou dos palcos em 2007, depois de sofrer um acidente de carro, que o deixou em cadeira de rodas. Teve vários problemas financeiros e de saúde. Morreu em 2016, aos 82 anos.

Dona Florinda

Em 2019, Florinda Meza estrelou o filme 'Dulce Família', no qual interpreta uma vaidosa atriz aposentada chamada Verónica Trujillos.

Dona Florinda

Florinda Meza e Roberto Bolaños foram casados durante 37 anos. A atriz lançou a revista semanal "Chimoltrúfia", destaque no mercado editorial. Nos anos 90, dirigiu novelas de sucesso e atuou no teatro.

Jaiminho, o carteiro

Raúl "Chato" Padilla atuou nos programas e filmes de Roberto Bolaños (Chaves) desde 1979 até sua morte em 1994, aos 75 anos. Em 2012, ganhou uma estátua em homenagem ao seu personagem, na cidade de Tangamandápio.

Dona Clotilde

A atriz espanhola, Angelines Fernández, que interpretava a "Bruxa do 71", chegou ao México como refugiada política.

Dona Clotilde (Angelines Fernández)

Trabalhou 23 anos com Roberto Bolaños (Chaves). Aposentou-se em 1991, devido a problemas de saúde, e morreu em 1994, aos 71 anos, vítima de câncer pulmonar.

Más para ti