Maradona: resumo de uma vida

Origem humilde
Teve sete irmãos
Primeira partida em Primeira Divisião
Ícone da seleção argentina
Jogador internacional inigualável
Os problemas de Maradona
Maradona, o indomável
Um jogador admirado
Vida pessoal de Maradona
Maradona e Fidel Castro
Um jogador de futebol em Oxford
Símbolo eterno
Origem humilde

Assim como tantas estrelas do futebol, Diego Armando Maradona teve uma origem humilde. Nasceu no dia 30 de outubro de 1960 no município de Lanús, na Argentina, e passou a infância na Villa Fiorito, um lugar difícil e con muita pobreza.

Teve sete irmãos

Foi o quinto de oito filhos. Dois dos seus irmãos também jogaram futebol, mas não chegaram a ter o talento e a sorte de Diego.

Primeira partida em Primeira Divisião

Pouco antes de fazer 16 anos, Diego Armando Maradona jogou seu primeiro jogo pelo Argentinos Juniors. Aconteceu no dia 20 de outubro de 1976 e o time rival foi o Talleres, que saiu vencedor por 1x0.

Ícone da seleção argentina

Maradona vestiu a camiseta da seleção argentina em 91 ocasiões e fez com ela 34 gols em total.

Jogador internacional inigualável

Sua trajetória foi ascendente desde o primeiro momento. Alcançou o sucesso internacional muito cedo. Seu nome passou a ser definido como "o melhor jogador do mundo" (depois de Pelé, segundo alguns especialistas). Passou por clubes como o F.C. Barcelona e o Nápoles.  Na Itália foi idolatrado ao conseguir que este, então modesto time do sul, ganhasse o campeonato nacional.

Os problemas de Maradona

Problemas com substâncias tóxicas e maus hábitos levaram Maradona a enfrentar, muitas vezes, momentos de crise. Entretanto, seu talento no campo praticamente não foi afetado. Jogou como a lenda que foi até sua despedida do futebol, no dia 25 de outubro de 1997, com o Boca Juniors.

Maradona, o indomável

Tanto no terreno do jogo como fora dele, Maradona se comportou como um rebelde indomável. Foi uma pessoa capaz de procurar confusão se a ocasião assim requeria. Exemplo disso foi quando se envolveu em uma briga massiva durante a Copa del Rey, na Espanha, em 1984. Jogava o F.C. Barcelona contra o Athletic de Bilbao e estava presente o rei Juan Carlos I, a quem Maradona pediu desculpas posteriormente.

Um jogador admirado

Por outro lado, apesar de sua forte personalidade, ninguém jamais negou que Maradona fosse um gênio. Inclusive foi desculpado pelo seu famoso gol com a mão no jogo Argentina-Inglaterra de 1986. "Foi a mão de Deus", disse ele.

Vida pessoal de Maradona

Na foto, vemos Maradona com Rocío Oliva, com quem manteve um relacionamento. A vida privada do jogador foi tão agitada quanto a profissional. Com Claudia Villafañe teve suas duas filhas, Dalma e Gianinna. Ao longo da vida, outras pessoas reivindicaram sua paternidade.

Maradona e Fidel Castro

Teve uma especial amizade com o mandatário cubano Fidel Castro. De fato, Maradona foi a Cuba várias vezes com o objetivo de recuperar sua saúde, abalada pelos vícios.

Um jogador de futebol em Oxford

A fama o levou também a participar de uma palestra na Universidade de Oxford, onde falou sobre sua condição de estrela do futebol.

Símbolo eterno

Com Maradona, foi embora uma figura icônica que forma parte da cultura popular mundial, muito além da sua condição de grande atleta.

Veja também: Atletas que perderam toda sua fortuna

Más para ti