Pequenas estrelas
Um tubarão recordista
Conteúdo real
Cifras em milhões
Ryan Kaji (Estados Unidos, 2011)
De 'Ryan Toys Review' a 'Mundo de Ryan'
Uma infância dedicada ao YouTube
Linha de brinquedos
Like Nastya (Rússia, 2014)
250 milhões de inscritos
Visualizações disparadas
Uma fortuna
Disputada pelas marcas
De 'Diana' para 'Diana & Roma' (& Oliver)
Sintonia entre irmãos
Músicas de sucesso
Bonecas de sucesso
SIS vs BRO (Canadá, 2007 e 2008)
Muito divertido
Conteúdo variado
Os seus pais? Um mistério
Riqueza acumulada
Vlad e Nikita (Estados Unidos, 2013 e 2015)
Tudo começou com a Peppa Pig
Naturais e engraçados
Brinquedos em todo o mundo
Recorde de ganhos por vídeo
JoJo Siwa (EUA, 2003)
Um grande talento
Empurrãozinho na Lifetime
A sua música é um sucesso
Milionária aos 18 anos
Crianças que ficaram milionárias com canais no YouTube
(1/32)
Pequenas estrelas

A importância mercadológica do público infantil no YouTube é evidente. Exemplo disso é 'Baby Shark' ser, atualmente, o vídeo mais visto da história da plataforma. De fato, são crianças de várias partes do mundo que, de forma permanente, têm obtido grandes somas de dinheiro como youtubers.

Crianças que ficaram milionárias com canais no YouTube
(2/32)
Um tubarão recordista

Para compreender o potencial do universo infantil do YouTube, tomemos como exemplo o já mencionado 'Baby Shark'. O vídeo tem mais de 10 bilhões de reproduções, bem acima dos 7,7 bilhões de visualizações de 'Despacito', a canção de Luis Fonsi, que fica na segunda posição.

Crianças que ficaram milionárias com canais no YouTube
(3/32)
Conteúdo real

Além dos desenhos animados ou canções, são os canais de crianças no YouTube que têm aumentado, de forma exponencial, a quantidade de vídeos assistidos.

Crianças que ficaram milionárias com canais no YouTube
(4/32)
Cifras em milhões

Na galeria, contamos quem são estes pequenos artistas e quanto têm ganhado com seu trabalho. Confira!

Crianças que ficaram milionárias com canais no YouTube
(5/32)
Ryan Kaji (Estados Unidos, 2011)

Um verdadeiro fenômeno do YouTube e um dos pioneiros da criação de conteúdo começou a postar vídeos em 2015, quando tinha apenas 4 anos de idade. O primeiro foi um "review" (teste) de uma caixa de brinquedos de 'Cars' (o filme da Pixar), que se tornou viral.

Crianças que ficaram milionárias com canais no YouTube
(6/32)
De 'Ryan Toys Review' a 'Mundo de Ryan'

No princípio, o canal chamava-se 'Ryan Toys Review' e definia o que o menino fazia muito bem: divertir-se com brinquedos e contar sua experiência. Eram vídeos amadores, simples, mas com histórias que milhões de crianças adoravam. Agora, 'Ryan's World' é uma multinacional.

 

Crianças que ficaram milionárias com canais no YouTube
(7/32)
Uma infância dedicada ao YouTube

Atualmente, o canal principal de Ryan tem mais de 31 milhões de inscritos e acumula mais de 50 bilhões de visualizações. Uma de suas grandes virtudes é disponibiliza vídeos quase todos os dias. E isto representa um valor líquido de 32 milhões de dólares, de acordo com a Celebrity Net Worth. Este valor ultrapassa os 100 milhões de dólares, se os rendimentos de toda a família forem somados.

 

 

Crianças que ficaram milionárias com canais no YouTube
(8/32)
Linha de brinquedos

Mas além do seu canal no YouTube, Ryan tem o seu próprio programa no Nickelodeon e é dono de uma linha de mais de cinco mil brinquedos!

Crianças que ficaram milionárias com canais no YouTube
(9/32)
Like Nastya (Rússia, 2014)

O que começou como algo terapêutico (vídeos caseiros ao lado do pai) para Like Nastya transformou-se num império de milhões de dólares e de reproduções.

 

Crianças que ficaram milionárias com canais no YouTube
(10/32)
250 milhões de inscritos

O canal principal de Anastasia Radzinskaya, o seu verdadeiro nome, tem mais de 86 milhões de inscritos. A este número, devemos acrescentar mais 160 milhões que seus canais secundários, em outros idiomas, reúnem.

Crianças que ficaram milionárias com canais no YouTube
(11/32)
Visualizações disparadas

'Like Nastya' está prestes a atingir 70 bilhões de reproduções. Estima-se que cada vídeo publicado no canal renda à youtuber mais de 250 mil dólares.

Crianças que ficaram milionárias com canais no YouTube
(12/32)
Uma fortuna

Assim sendo, desde 2016, quando começou a publicar vídeos na plataforma, a menina acumulou um valor líquido de 40 milhões de dólares, de acordo com a Celebrity Net Worth.

Crianças que ficaram milionárias com canais no YouTube
(13/32)
Disputada pelas marcas

No Instagram, Like Nastya é uma verdadeira influenciadora e diversas marcas de moda contam com ela e com o seu pai, um legítimo showman, chave para o sucesso do canal.

Crianças que ficaram milionárias com canais no YouTube
(14/32)
De 'Diana' para 'Diana & Roma' (& Oliver)

Prestes a atingir 90 milhões de inscritos, Diana e Roma começaram a criar conteúdo no YouTube em 2015, com a inestimável ajuda do seu pai, Vlad. Hoje, seus vídeos estão perto de chegar a 70 bilhões de visualizações.

Crianças que ficaram milionárias com canais no YouTube
(15/32)
Sintonia entre irmãos

A ligação entre os irmãos, a desenvoltura em frente da câmera e o conteúdo leve e acessível dos vídeos levaram a dupla a fazer parte da realeza do Youtube. Hoje, a soma de todos os seus canais ultrapassa 200 milhões de assinantes.

 

Crianças que ficaram milionárias com canais no YouTube
(16/32)
Músicas de sucesso

A sua própria série de desenhos animados, o lançamento de singles e uma enorme linha de brinquedos são apenas algumas das conquistas de 'Diana & Roma', que vão além do YouTube.

Crianças que ficaram milionárias com canais no YouTube
(17/32)
Bonecas de sucesso

As bonecas da coleção de Diana são famosas em várias partes do mundo.

Crianças que ficaram milionárias com canais no YouTube
(18/32)
SIS vs BRO (Canadá, 2007 e 2008)

Um dos canais mais divertidos e variados que os seus filhos podem encontrar no Youtube é o que tem como protagonistas Ronald e Karina.

Crianças que ficaram milionárias com canais no YouTube
(19/32)
Muito divertido

Com 14,4 milhões de inscritos, a dupla de irmãos já alcança mais de 6,7 bilhões de visualizações.

Crianças que ficaram milionárias com canais no YouTube
(20/32)
Conteúdo variado

Nos vídeos, eles podem ser vistos em desafios, jogos, viagens pelo mundo ou apenas em momentos de diversão.

Crianças que ficaram milionárias com canais no YouTube
(21/32)
Os seus pais? Um mistério

Uma das curiosidades deste canal é que os nome dos pais de Ronald e Karina não são divulgados. Um mistério e tanto.

 

Crianças que ficaram milionárias com canais no YouTube
(22/32)
Riqueza acumulada

Ao longo dos anos, estima-se que 'Sis vs Bro' obteve mais de 2 milhões de dólares em lucros, de acordo com a Celebrity Net Worth.

Crianças que ficaram milionárias com canais no YouTube
(23/32)
Vlad e Nikita (Estados Unidos, 2013 e 2015)

Vladislav e Nikita Vashketov também estão entre os youtubers infantis mais famosos. Com quase 80 milhões de assinantes no canal principal, e mais 20 milhões em canais secundários, estão a ponto de atingir 60 bilhões de visualizações.

Crianças que ficaram milionárias com canais no YouTube
(24/32)
Tudo começou com a Peppa Pig

O curioso é que estes meninos conseguiram o sucesso em pouquíssimo tempo, depois que lançaram o canal, em abril de 2018. E isso através de vídeos de apresentação de produtos, a maioria deles, de Peppa Pig.

 

Crianças que ficaram milionárias com canais no YouTube
(25/32)
Naturais e engraçados

Atualmente, os irmãos têm uma parceria com a Haven Global, uma empresa australiana que comercializa joguinhos para celular e aplicativos da dupla, entre outros produtos.

Crianças que ficaram milionárias com canais no YouTube
(26/32)
Brinquedos em todo o mundo

Vladislav e Nikita Vashketov têm também a sua própria linha de brinquedos, lançada pela Playmates Toys, empresa de Hong Kong que vende seus produtos em lojas como a Walmart, Target e Amazon.

Crianças que ficaram milionárias com canais no YouTube
(27/32)
Recorde de ganhos por vídeo

O patrimônio líquido destas duas celebridades é estimado em mais de 90 milhões de dólares. O seu conglomerado de canais está avaliado em quase 140 milhões e cada um dos seus vídeos gera mais de 300 mil dólares, um recorde para a plataforma.

Crianças que ficaram milionárias com canais no YouTube
(28/32)
JoJo Siwa (EUA, 2003)

A única youtuber da lista que já completou 18 anos de idade viu a sua relevância crescer a partir 2015, quando iniciou o seu canal. Hoje, JoJo Siwa tem mais de 12 milhões de inscritos e 3,7 bilhões de visualizações.

Crianças que ficaram milionárias com canais no YouTube
(29/32)
Um grande talento

Cantora, bailarina e all-rounder (pessoa que possui muitas habilidades), esta jovem do Nebraska (EUA), faz tudo bem: vídeos de música, desafios, tutoriais de dança, colaborações com outros youtubers...

Crianças que ficaram milionárias com canais no YouTube
(30/32)
Empurrãozinho na Lifetime

O sucesso de JoJo Siwa foi impulsado pela sua presença em duas temporadas de 'Dance Moms', um programa da Lifetime.

Crianças que ficaram milionárias com canais no YouTube
(31/32)
A sua música é um sucesso

JoJo Siwa tem a sua própria música, no Spotify, uma linha de decoração de quartos, acessórios e, claro, a sua própria boneca.

 

Crianças que ficaram milionárias com canais no YouTube
(32/32)
Milionária aos 18 anos

Com este currículo, JoJo Siwa já tem um patrimônio líquido de mais de 20 milhões de dólares, de acordo com a Celebrity Net Worth.

Más para ti