Como estão hoje os meninos do vôlei de 1992?

Meninos de ouro
Respeito
Garra
Por onde andam?
Zé Roberto, o treinador
Sempre vôlei
Marcelo Negrão
Homem de negócios
Giovane
Fora da quadra
Paulão
Coach
Maurício Lima
Palestras
Carlão
Tande
Apresentador
Palestrante
Meninos de ouro

Há 30 anos, a seleção brasileira masculina de vôlei  brilhou nas Olimpíadas de Barcelona. O país inteiro parou para assistir cada jogo. Quem não lembra da musiquinha "ai ai ai ai, em cima, embaixo e puxa e vai!" e sua respectiva coreografia?

(Foto: Divulgação / FIVB)

Respeito

Hoje em dia, o Brasil é uma das escolas de voleibol mais respeitadas do mundo e conta com três títulos olímpicos trazidos pela equipe masculina e dois pela feminina.

Garra

Marcelo Negrão, Giovane, Tande, Mauricio e o resto de seus colegas eram pura garra, talento e determinação.

Por onde andam?

Mas, e hoje? O que aconteceu com eles? Confira na galeria!

Zé Roberto, o treinador

Foi sob o comando de Zé Roberto que os meninos conquistaram o ouro olímpico. O técnico preparou a equipe de maneira inovadora para atuar em quadra. Uma aposta ousada e que deu muito certo.

Sempre vôlei

Atualmente, ele continua acreditando neste esporte e conquistando títulos como treinador da equipe feminina do Brasil.

Marcelo Negrão

Com desenvoltura impecável em quadra, Marcelo Negrão foi quem selou o campeonato com o ponto que rendeu o ouro nas Olimpíadas de Barcelona.

Homem de negócios

Atualmente, o ex-jogador tem uma atividade diversificada. É dono de uma academia, dá palestras, atua como comentarista e técnico nas categorias de base do Sesi-SP.

(Foto: Reprodução / Instagram)

Giovane

Durante muito tempo, Giovane continuou se dedicando ao jogo nas quadras. Aposentou-se em 2005, depois de conquistar o bicampeonato nas Olimpíadas de Atenas em 2004.

Fora da quadra

Com a saída das quadras, tentou a carreira política em 2014 (não deu certo) e voltou para as quadras como técnico. Hoje comanda o Sesc-RJ na Superliga masculina e também a seleção brasileira sub-21.

Paulão

Paulão participou de todas as partidas do ouro de 1992. Da sua vida, dedicou 23 anos ao vôlei.

Coach

Essa jornada, abriu espaço na política e na administração esportiva. Chegou a ser técnico em equipes da Superliga. Hoje, aos 58 anos, é palestrante, coach e lidera o Instituto Paulão do Vôlei, em Florianópolis.

Maurício Lima

Era quem fazia o time bailar em quadra e quem ditava o ritmo da partida, ou seja, um levantador inesquecível. Dedicou sua vida ao vôlei e, assim como Giovanni, aposentou-se em 2005 depois das Olimpíadas de Atenas.

Palestras

Hoje, aos 54 anos, Maurício imprime todo seu talento em palestras motivacionais Brasil afora.

Carlão

Foi o capitão do time em quadra. Aos 57 anos, trabalha como comentarista do SporTV e da TV Globo.

Tande

Quando ele mandava a bola para a quadra do adversário, era ponto certo.

Apresentador

Tande aposentou-se em 2005 e foi trabalhar como comentarista na TV Globo. Seguiu como apresentador do 'Corujão do Esporte' e do 'Esporte Espetacular'.

(Foto: Divulgação / Globo)

Palestrante

Hoje em dia, Tande também atua como palestrante.  Inclusive publicou um livro motivacional no ano passado, chamado 'A vida é um jogo'.

(Foto: Reprodução / Instagram)

Más para ti