A verdadeira história de Shira Haas, estrela de 'Nada Ortodoxa' (Netflix)

Quem é Shira Haas?
Origem
Família
Infância
Começo da carreira
O caminho ao sucesso
A chegada ao cinema
Avós em Auschwitz
Avó sobrevivente
Estrela da Netflix
Uma interpretação sem defeitos
Um novo idioma no currículo
'Unorthodox' está inspirada em uma história real
Esther Shapiro
Uma nova vida
Um espaço em Hollywood
O reconhecimento
Mais elogios
O futuro de Shira Haas
Futuro brilhante
Quem é Shira Haas?

Uma das grandes revelações do mundo da interpretação em 2020 é a jovem protagonista da série 'Nada Ortodoxa' ('Unorthodox'), produzida pela Netflix. Shira Haas foi, inclusive, indicada ao Emmy de Melhor Atriz em Minissérie ou Filme para a TV. Entretanto, seu caminho até o sucesso não foi fácil. Confira na galeria!

Origem

Shira Haas nasceu em maio de 1995, em Tel Aviv (Israel), e cresceu no seio de uma família judia que, diferentemente da ficção, não é ultraortodoxa.

Família

Seu apego à família pode ser demonstrado nesta imagem compartilhada pela atriz no Instagram, onde ela aparece, ainda bebê, com seu pai.

Infância

Shira Haas revelou, em mais de uma entrevista, que teve uma infância feliz. Entretanto, a intérprete de Esther Shapiro enfrentou um câncer de rim quando tinha três anos de idade. Depois de dois anos de forte tratamento, ficou curada da doença.

Começo da carreira

Shira Haas tinha 5 anos quando entrou para o mundo da interpretação. Começou fazendo espetáculos de teatro na escola e, depois de participar de muitos castings, ganhou um espaço no cinema e na televisão.

O caminho ao sucesso

Em 2013, Shira Haas entrou para o elenco da série israelita 'Shtisel', onde interpretou a jovem Ruchama Weiss. Ao cinema, a atriz chegou através do filme 'Princess', cujo trabalho lhe rendeu vários prêmios, como o de Melhor Atriz, no Festival de Cinema de Jerusalém.

A chegada ao cinema

Em 2015, Shira Haas conseguiu um papel no filme "A Tale of Love and Darkness", uma adaptação do livro homônimo, dirigida por Natalie Portman. Outros títulos com Shira no elenco são 'The Zookeeper's Wife', e 'Maria Madalena', protagonizado por Rooney Mara e Joaquin Phoenix.

Avós em Auschwitz

Transformada em uma jovem promessa de seu país, Shira Haas começou a ser procurada pela imprensa para falar de suas origens. Em algumas entrevistas, a atriz revelou que seus avós foram enviados a Auschwitz durante a Segunda Guerra Mundial.

Avó sobrevivente

"Minha avó, um dos amores da minha vida e sobrevivente do Holocausto, tem hoje 86 anos e está confinada em casa sem ninguém da família ao seu lado", escreveu Shira Hass no Instagram, no Dia da Lembrança do Holocausto, em 2020. "Toda a família se reuniu em uma videochamada para ela, porque, inclusive em tempos de Covid-19, não a esquecemos e nunca a deixaremos sozinha."

Estrela da Netflix

A força e a persistência dos seus ascendentes foram herdadas por Shira Haas, que enfrentou os desafios da sua vida e, finalmente, foi escolhida, no final de 2019, para protagonizar uma série da Netflix.

Uma interpretação sem defeitos

Seu papel em 'Unorthodox' era muito diferente aos que já tinha feito anteriormente, tanto no cinema quanto na televisão. Entretanto, Esther Shapiro parece ter sido pensada para Shira Haas.

Um novo idioma no currículo

Para dar vida à jovem ultraordodoxa protagonista da série, Shira Haas teve que aprender idish, idioma falado nas comunidades asquenazes (judeus oriundos da Europa Central). Além disso, a atriz estudou as tradições do seu personagem e, inclusive, teve que raspar a cabeça em uma das cenas.

'Unorthodox' está inspirada em uma história real

A história da personagem de Shira Haas está baseada na vida de Deborah Feldman, contada no best seller 'Unorthodox: The Scandalous Rejection of My Hasidic Roots'. Feldman também abandonou sua comunidade em busca da liberdade.

Esther Shapiro

Interpretar uma jovem judia ultraortodoxa representou um grande desafio para Shira Haas. Na série, Esther Shapiro, ou Esty, foge de sua família judia jasídica do Brooklyn (Nova York) para Berlim, onde é acolhida por um grupo de músicos.

Uma nova vida

Em Berlim, Esty estreita laços com sua mãe, é aceita em um conservatório importante de música e tenta se livrar do passado, que inclui um casamento arranjado.

Um espaço em Hollywood

'Unorthodox' estreou em março de 2020 e é uma das séries revelação da Netflix. Seu sucesso superou outras produções do catálogo da plataforma, passando a ser uma das mais vistas da temporada. Está indicada ao Emmy de Melhor Minissérie e Melhor Direção de Minissérie.

O reconhecimento

O crítico de cinema do site Vulture, Jean Chaney, definiu 'Unorthodox' como "um retrato encantador e imersivo do ressurgimento de uma mulher que só queria ser livre". "Sua protagonista, Shira Haas, oferece uma interpretação realmente excelente", acrescentou.

Mais elogios

"Estamos diante de uma história de personagens realmente cativadores, entre eles se destaca o de Shira Haas", reconhece o crítico de cinema do The Hollywood Reporter, Daniel Fienberg.

O futuro de Shira Haas

Com o fim da série, a atriz já tem vários projetos encaminhados. Entre eles, o filme israelita "Asia", no qual interpreta uma jovem paraplégica.

Futuro brilhante

Seu personagem no filme 'Asia' contribui para que o futuro da atriz israelta já seja visto, em Hollywood, como muito prometedor.

Más para ti