Ana Paula Arósio: do passado trágico a uma vida reclusa

Bela
Pacata
Aposentadoria
Vida
Modelo
Forever (1991)
Éramos Seis (1994)
Trauma
Hilda Furacão
Terra Nostra (1999)
Os Maias (2001)
Vilã em 'Esperança'(2002)
Teatro
Ativa na TV
Na Forma da Lei
Banco
Premiada
Bela

Ela sempre teve muito carisma e conquistou o público com o sorriso doce e seus lindos olhos azuis. Ana Paula Arósio esbanjava talento na arte de interpretar, mas optou por uma vida reclusa e longe dos holofotes.

Pacata

Primeiro a estrela mudou-se para um sítio em Santa Rita do Passa Quatro, interior de São Paulo. Depois, seguiu para uma vida também pacata e calma em Swindon, na Inglaterra.

Aposentadoria

Muitos palpites e teorias sobre sua "aposentadoria" surgiram, mas a grande verdade é que a atriz, simplesmente, decidiu priorizar sua vida pessoal.

Vida

Segundo afirmou em entrevista à revista Claudia, ela começou a trabalhar muito cedo e dedicou muito tempo ao lado profissional. Deixou tudo atrás para poder aproveitar a vida ainda jovem e com saúde.

Modelo

Ana Paula começou sua carreira aos 12 anos, quando transformou-se em um dos rostos mais bonitos e cobiçados do Brasil. Estampou inúmeras c a p a s de revista, fotografou para marcas famosas e participou de diversos editoriais de moda.

Forever (1991)

Nascida no dia 16 de julho de 1975, em São Paulo, sua primeira atuação foi aos 18 anos, no filme ítalo-brasileiro ‘Forever’, do diretor Walter Hugo Khouri, com participação de Ben Gazzara.

Éramos Seis (1994)

Depois desse trabalho, seguiu para o SBT onde participou da versão do folhetim ‘Éramos Seis’. Em 1996, ainda no canal de Sílvio Santos, atuou na novela ‘Razão de Viver’.

Trauma

Nessa época, a atriz passou por um grande trauma. Estava noiva de um empresário, porém, faltando 1 mês para o casamento, ele cometeu suicídio diante dela. Especula-se que o ato tenha sido movido por ciúmes.

Hilda Furacão

O reconhecimento por seu talento veio em 1998, quando brilhou na pele de Hilda Furacão, protagonista da série de mesmo nome, exibida na TV Globo. O papel rendeu-lhe uma série de prêmios e deixou o público encantado com a atriz.

Terra Nostra (1999)

Um ano depois, Ana Paula interpretou a inesquecível Giuliana, na novela ‘Terra Nostra', onde fez par romântico com Thiago Lacerda. Foi um dos papéis mais importantes para a sua carreira.

Os Maias (2001)

Também deu vida a ‘Maria Eduarda’, ao lado de Fábio Assunção, na minissérie ‘Os Maias’. Para o papel, Arósio mudou o visual e mergulhou na trama escrita por Eça de Queiroz.

Vilã em 'Esperança'(2002)

Sua primeira vilã veio na novela ‘Esperança’, em que interpretou Camille, uma judia cujo comportamento fugia dos padrões impostos por sua religião e sociedade paulista de 1930.

Teatro

Ainda nessa época, Ana Paula deu um passo muito importante para a sua carreira, só que, dessa vez, no teatro. Teve muito êxito ao entregar-se tanto à produção quanto ao estrelato do espetáculo 'Casa de Bonecas'.

Ativa na TV

Foi uma década em que a atriz realmente não parou. Atuou em diversas produções na televisão como ‘Um Só Coração’, ‘Mad Maria’ e ‘Damas e Cavalheiro’. Em 2006 foi uma das protagonistas da trama de Manoel Carlos, ‘Páginas da Vida’.

Na Forma da Lei

Em 2010, teve seu último papel na telinha, na série ‘Na Forma da Lei’. Após este trabalho, ainda foi cotada para protagonizar a novela 'Insensato Coração’ mas, na época, saiu da Globo e o papel ficou com Paola Oliveira.

Banco

Depois de uma pausa de 10 anos, Ana Paula voltou a aparecer na televisão e ganhou destaque na mídia brasileira. Tratou-se de uma propaganda para um banco, na qual pudemos ver seu belo sorriso novamente.

Premiada

Com mais de 25 anos de carreira, uma série de prêmios e um currículo extenso de vários trabalhos na TV, cinema e teatro, Ana Paula consagrou-se como uma grande artista brasileira, não só por sua beleza, mas por seu talento e carisma. Continuaremos ansiosos por sua volta, algum dia!

Más para ti