A história de superação de Fernando Fernandes, apresentador de 'No Limite'

Nova temporada
Selva
Relembre
Do anonimato à fama
11 de setembro
Big Brother Brasil 2
Romance
Vogue
Grifes
Milão
O acidente
Superação
A reabilitação
São Silvestre
Vitória pessoal
Ídolo
Repercussão
Equilíbrio
Global
É campeão!
Motivacional
Biografia
Nova temporada

Estreia nesta terça-feira, na TV Globo, mais uma temporada de ‘No Limite’. A grande novidade é que o reality show passa a ser apresentado pelo atleta e ex-BBB Fernando Fernandes!

(Foto: Globo / Fabio Rocha)

Selva

Sobre o que os participantes encontrarão no programa, Fernandes declarou ao Gshow: “Aqui é selva, se você não estiver preparado, não vai sobreviver! Todos têm que estar preparados. Não só fisicamente, mas psicologicamente”.

(Foto: reprodução / Instagram / @fernandolife)

Relembre

Na verdade, o próprio Fernando Fernandes tem uma trajetória cheia de desafios. Após sofrer um acidente, há alguns anos, ele perdeu o movimento das pernas. Entretanto, deu a volta por cima de uma forma impressionante. Na galeria, contamos sua história.

Do anonimato à fama

O Brasil tomou conhecimento de quem era Fernando Fernandes na segunda edição do Big Brother Brasil, em 2002. Foi ele o participante que jogou a mala de roupas de Tina na piscina e desencadeou uma grande confusão na casa. O modelo aproveitou a fama ao máximo, após sua saída do programa, mas o que não imaginava era que o futuro mudaria, de forma dramática, todos os seus planos.

11 de setembro

Antes de ficar conhecido no país, seguia carreira como modelo e, ainda adolescente, decidiu ganhar o mundo. Foi para os Estados Unidos, mas, devido aos ataques terroristas de 11 de setembro de 2001, voltou para o Brasil. 

Big Brother Brasil 2

Ao chegar, foi logo convidado a participar do reality show que tinha ganhado tanta popularidade. Entrou na casa com a certeza de que ia ser o mais novo milionário da época, mas sua permanência no jogo durou apenas três semanas.

Romance

Do lado de fora, além de ter sido convidado a fazer diversas campanhas, engatou um romance com a atriz Danielle Winits. 

Vogue

Em 2007, conheceu o renomado fotógrafo Mario Testino, que o convidou para fazer umas fotos sem roupa. Fernando aceitou a proposta e o ensaio foi parar na Vogue alemã, sendo este o primeiro nu frontal da publicação.

Grifes

As oportunidades surgiram e ele trabalhou para marcas internacionais como Dolce & Gabbana, ao lado das divas Naomi Campbell, Claudia Schiffer e Eva Herzigova.

Milão

A campanha foi feita em 2008, mas, só seria usada em 2009, na semana de moda de Milão. Com o cachê, o objetivo era voltar a se dedicar aos esportes.

O acidente

Quinze dias antes do tão sonhado desfile de Milão, Fernando Fernandes sofreu um gravíssimo acidente de carro, quebrou a coluna ao meio e lesionou seriamente a medula. Ficou paraplégico.

Superação

"A carreira de modelo aconteceu de uma maneira muito fácil, mas ele não era realizado com o que fazia. A consequência do acidente possibilitou que ele fosse uma pessoa, infinitamente, melhor", disse Fernanda Fernandes, sua mãe, no Domingão do Faustão.

A reabilitação

O foco na sua melhora passou a ser o objetivo do atleta. Tratou-se no renomado hospital de reabilitação Sarah Kubitschek, em São Paulo, e começou a testar os seus limites.

São Silvestre

Cinco meses após o acidente, com 12 pinos na coluna e em pleno processo de recuperação, Fernando Fernandes participou da tradicional corrida de São Silvestre.

Vitória pessoal

"Ali eu vi que uma resposta para minha vida, quem ia dar era o esporte e ele vai ser minha ferramenta de comunicação com o mundo. Quando eu cruzei a linha de chegada, foi o momento em que eu voltei a ser alguém", disse o atleta à revista Glamour.

Ídolo

Para seu pai, Mauro Fernandes,"a alegria de ver que o Fernando se superava todo dia fez com que ele se tornasse nosso herói", confessou no Domingão do Faustão.

Repercussão

O exemplo de superação começou a repercutir. E as entrevistas não paravam. Fernandes declarou no Fantástico: "Eu me senti na obrigação de servir de exemplo pros outros. A mídia me procurava a toda hora e aquilo me alimentava, me estimulava a melhorar."

Equilíbrio

Orientado por profissionais, entrou pela primeira vez num caiaque de remo. “Senti algo diferente. Várias vezes caí na água enquanto remava. Então, nadava e recomeçava. A canoagem é que me trouxe equilíbrio físico e mental”, explicou à revista Mensch. Um ano depois do acidente, participou  e venceu do campeonato mundial de canoagem da Polônia.

Global

Apresentou, na Rede Globo, um quadro no 'Esporte Espetacular', em que superaria ainda mais seus limites. Na atração, esquiou, saltou de montanhas, pilotou moto. “Provei pra mim e pro mundo que cadeirante não é deficiente: é apenas ineficiente em algumas coisas.”

É campeão!

No mundo paralímpico se consagrou como tetracampeão Mundial  (2009, 2010, 2011 e 2012), tricampeão panamericano, tetracampeão sul-americano e tetracampeão brasileiro de paracanoagem.

Motivacional

Em 2016, o paratleta Fernando Fernandes não conseguiu uma vaga nos Jogos Paraolímpicos Rio 2016, mas continuou dando um show de motivação, proferindo palestras pelo Brasil e mundo.

Biografia

Em 2017, e com a ajuda do amigo de infância Pablo Miyazawa, escreveu o livro “Inquebrável”. Nele, há trechos dos diários escritos pelo atleta, um ano após o acidente.

Más para ti