Destino da próxima invasão?
Moldávia: ex-república soviética de influência romena
Putin precisa de um corredor da Moldávia à Transnístria
Moldávia: um país pacífico e agrícola
Famosa por seus vinho
Gagaúzes: também do lado russo
Um país tranquilo
Unificação com a Romênia
Maia Sandu, presidenta da Moldávia
Difícil aproximar-se da União Europeia com a Rússia tão perto
O exército moldavo não é um inimigo sério
O perigo de prolongar a guerra
Haverá resistência popular na Moldávia contra a invasão?
A Moldávia sempre procurou um equilíbrio entre o Ocidente e o Oriente
Mas a guerra é imprevisível
Retorno à Grande Rússia
Internacional
Qual país pode ser o próximo alvo de Putin?
(1/16)
Destino da próxima invasão?

Avril Haines, diretora da United States Intelligence Community, disse recentemente que a guerra travada pela Rússia será longa e afetará outros países. Segundo ela e muitos outros analistas, o próximo a ser invadido será a Moldávia.

Internacional
Qual país pode ser o próximo alvo de Putin?
(2/16)
Moldávia: ex-república soviética de influência romena

A Moldávia, cuja capital é Chisinau (foto), faz fronteira com a Ucrânia e também compôs a União Soviética. Fez parte da Romênia até 1940 e a ligação com sua cultura é intensa. Mas qual é a razão pela qual a Rússia pode invadir esta nação?

Imagem: Vitalie Sitnic/Unsplash

Internacional
Qual país pode ser o próximo alvo de Putin?
(3/16)
Putin precisa de um corredor da Moldávia à Transnístria

A ideia de Putin seria abrir um corredor em território moldavo para que seu exército possa chegar à Transnístria (foto). Trata-se de uma autoproclamada república pró-russa, que pode servir como ponto de abastecimento para suas tropas. A Transnístria estampa o martelo e a foice da ex-URSS em sua bandeira.

Internacional
Qual país pode ser o próximo alvo de Putin?
(4/16)
Moldávia: um país pacífico e agrícola

Desta forma, a Moldávia, um país de apenas 12 milhões de habitantes e eminentemente agrícola, seria fatalmente envolvida na guerra.

Imagem: Vlad Gregurco/Unsplash

Internacional
Qual país pode ser o próximo alvo de Putin?
(5/16)
Famosa por seus vinho

A área de Cricova, na Moldávia, é mundialmente famosa por sua produção de vinho de alta qualidade.

Imagem: Calin Stan

Internacional
Qual país pode ser o próximo alvo de Putin?
(6/16)
Gagaúzes: também do lado russo

Dentro da complexidade do que foi a antiga União Soviética, vale salientar que, na Moldávia, existe uma grande comunidade étnica chamada Gagauz, com raízes turcas, mas fiéis ao Patriarca de Moscou (o polêmico Kirill I). São cerca de 200 mil pessoas que, como podemos ver na imagem, ostentam uma bandeira própria.

Internacional
Qual país pode ser o próximo alvo de Putin?
(7/16)
Um país tranquilo

A Moldávia teve uma existência mais ou menos plácida, exceto no início dos anos 1990 devido ao conflito separatista na Transnístria. Na guerra da Ucrânia, tem acolhido milhares de refugiados, juntando-se ao trabalho solidário de muitos outros países.

Imagem: Vadim Russu/Unsplash

Internacional
Qual país pode ser o próximo alvo de Putin?
(8/16)
Unificação com a Romênia

Existe uma corrente política e social que defende uma unificação da Moldávia com a Romênia (inclusive existe uma região chamada Moldávia dentro da Romênia), mas a realidade é que este processo de regresso à essência nunca foi seriamente considerado. A Moldávia preferiu preservar sua independência, embora sua bandeira (foto) seja praticamente a mesma da romena.

Internacional
Qual país pode ser o próximo alvo de Putin?
(9/16)
Maia Sandu, presidenta da Moldávia

A presidenta da Moldávia é Maia Sandu (foto), economista. Ele foi a candidatura pró-europeia nas eleições do país. Agora, este europeísmo que a Moldávia visa está ameaçado pela Rússia.

Internacional
Qual país pode ser o próximo alvo de Putin?
(10/16)
Difícil aproximar-se da União Europeia com a Rússia tão perto

As aspirações de aproximação com a União Européia são complicadas nas ex-repúblicas soviéticas. A Moldávia tem uma percentagem significativa da população a favor da adesão ao bloco (assim como a Ucrânia), mas a Rússia não vê este movimento com bons olhos. Neste momento, a aspiração europeísta mantém-se em murais como o da imagem e numa colaboração comercial muito forte com a Europa.

Internacional
Qual país pode ser o próximo alvo de Putin?
(11/16)
O exército moldavo não é um inimigo sério

Outro fato a ter em conta: a Moldávia tem poucas forças armadas. Como exemplo, tomemos os dados oferecidos pela organização GFP (Global Fire Power) sobre seu poder aéreo: 21 aeronaves em total. Destas, quatro são helicópteros de ataque e outra é um avião de transporte. Coisa pouca para as tropas russas.

Internacional
Qual país pode ser o próximo alvo de Putin?
(12/16)
O perigo de prolongar a guerra

No entanto, embora a invasão da Moldávia seja considerada muito provável, Putin poderia pensar assim: estender a guerra a um segundo país pode prejudicar ainda mais as relações da Rússia com o mundo.

Internacional
Qual país pode ser o próximo alvo de Putin?
(13/16)
Haverá resistência popular na Moldávia contra a invasão?

Resta saber qual será a reação dos líderes e do povo da Moldávia diante de uma invasão. Além da condenação óbvia por violar sua soberania, poderia haver uma resistência contra o invasor comparável àquela que colocou a Rússia em uma enrascada na Ucrânia?

Internacional
Qual país pode ser o próximo alvo de Putin?
(14/16)
A Moldávia sempre procurou um equilíbrio entre o Ocidente e o Oriente

De qualquer forma, como já dissemos, a Moldávia não é um país militarmente preparado e sempre manteve um equilíbrio entre suas raízes europeias e seus anos de convivência com a Rússia dentro da União Soviética.

Imagem: Dorin Semeret/Unsplash

Internacional
Qual país pode ser o próximo alvo de Putin?
(15/16)
Mas a guerra é imprevisível

No entanto, como demonstrado na Ucrânia, o desenvolvimento de qualquer guerra é imprevisível. Às vezes, mesmo para uma potência militar como a Rússia, não é tão fácil vencer rapidamente.

Internacional
Qual país pode ser o próximo alvo de Putin?
(16/16)
Retorno à Grande Rússia

Além de tudo, existe suspeita de que Putin pretende devolver à Rússia as fronteiras imperiais da época da União Soviética ou do czarismo, absorvendo repúblicas como a Moldávia. Mas isso é uma outra história.

Veja também: A guerra na Ucrânia vista do lado russo: as razões de Putin

Más para ti