O terrível retorno da poliomielite

Um homem não vacinado paralisado pela poliomielite em Nova York
Alerta em Nova York
Poliomielite circulando por meses em Nova York
Análise de águas residuais
Mais casos de poliomielite em Nova York
Alerta também no Reino Unido
Apelo de vacinação para crianças britânicas
Propagação em larga escala
Outro caso em Israel
Uma criança de quatro anos
Conexão Estados Unidos - Israel - Reino Unido
Uma doença cruel
Breve história da poliomielite
Como se espalha?
A vacinação é essencial
Altas taxas no Paquistão e Afeganistão
A ciência salva
Um homem não vacinado paralisado pela poliomielite em Nova York

A poliomielite é uma doença considerada erradicada na maior parte do mundo. Entretanto, recentemente, alguns casos foram detectados em lugares onde, há muitos anos, não estava presente. Segundo os cientistas, isto pode ser "a ponta do iceberg".

Alerta em Nova York

Um dos infectados de poliomielite é um homem que mora no condado nova-iorquino de Rockland e não foi vacinado quando devido. Ele foi hospitalizado em junho de 2022.

Poliomielite circulando por meses em Nova York

The New York Times diz que "a poliomielite pode estar se espalhando em Nova York desde abril", segundo a conclusão de um estudo do CDC (Centers for Disease Control and Prevention).

Imagem: Luca Bravo/Unsplash

Análise de águas residuais

Um laboratório do CDC, de acordo com o The New York Times, analisou o esgoto coletado, em abril, no condado de Orange, e encontrou o vírus da poliomielite. Mais tarde, amostras contaminadas foram retiradas da própria cidade de Nova York.

Imagem: Tim Mossholder/Unsplash

Mais casos de poliomielite em Nova York

As autoridades de saúde acreditam que é provável que haja mais pessoas infectadas com poliomielite no Estado de Nova York, mas, provavelmente, assintomáticas. O problema é que quando os sintomas aparecem podem levar à paralisia irreversível.

Imagem: Redd / Unsplash

Alerta também no Reino Unido

Uma análise de águas residuais também mostrou a presença significativa do vírus da poliomielite em Londres, de acordo com a BBC.

Imagem: Benjamin Davis/Unsplash

Apelo de vacinação para crianças britânicas

As autoridades de saúde britânicas lançaram uma campanha de vacinação em massa que visa imunizar um milhão de crianças no país.

Propagação em larga escala

O estudo britânico sobre águas residuais realizado pela UKHSA (UK Health Security Agency) garante que a propagação do vírus é extensa e, segundo a BBC, “foi além de uma rede próxima de alguns indivíduos”.

Outro caso em Israel

Israel também está em alerta devido ao surgimento de um caso de poliomielite em seu território. Este é o primeiro detectado em três décadas e aconteceu em Jerusalém.

Uma criança de quatro anos

Segundo o jornal israelense Haaretz, trata-se de um menino de quatro anos que não havia sido vacinado e teve que ser hospitalizado. A suspeita é que esse caso específico possa significar que o vírus esteja circulando por grandes comunidades de indivíduos.

Conexão Estados Unidos - Israel - Reino Unido

Estudos realizados por laboratórios norte-americanos antecipam que, certamente, a variante dos vírus detectados nos Estados Unidos, Israel e Reino Unido é a mesma. Ela contém mutações semelhantes.

Uma doença cruel

As imagens mais terríveis da poliomielite foram mostradas durante anos, no passado. Eram de meninas e meninos cujas pernas ficaram paralisadas por toda a vida. Embora uma porcentagem pequena de infecções termine assim, a doença é grave e devastadora o suficiente para torná-la inaceitável.

Breve história da poliomielite

A poliomielite foi descrita pela primeira vez em 1840 pelo alemão Jakob Heine. As primeiras vacinas chegaram na década de 1950.

Veja também:

Como se espalha?

Sua principal via de infecção é através das f e z e s, embora outros fluidos, como a saliva, também possam atingir outro indivíduo em condições favoráveis.

A vacinação é essencial

A única proteção real contra a poliomielite é a vacinação. Não há tratamento eficaz uma vez a pessoa seja infectada.

Altas taxas no Paquistão e Afeganistão

Apenas Paquistão e Afeganistão ainda têm altas taxas de infecções por poliomielite hoje. O resto do mundo parecia livre desse vírus.

A ciência salva

Mas a queda na taxa de vacinação de algumas comunidades (que rejeitam a medicina convencional por motivos religiosos ou tradicionalismo ideológico) permitiu seu retorno.

Más para ti