O rugido do leão
Um vasto catálogo cinematográfico
A falência de um gigante
A pandemia agravou a crise da MGM
007 aguarda sua vez
Jeff Bezos fica com o cinema clássico
Apple e Netflix também queriam MGM
A batalha de conteúdo
Setor à venda
Amazon x Netflix
Uma operação bilionária
4 mil filmes
Origem da MGM
Mais estrelas do que no céu
Resultados artísticos e comerciais em declínio
'House of Gucci', projeto em andamento
O que implica para o usuário a compra da MGM pela Amazon?
(1/16)
O rugido do leão

A Amazon comprou a Metro Goldwyn Mayer, a renomada produtora de cinema em cuja abertura dos seus filmes aparece o mítico leão rugindo. A empresa fundada por Jeff Bezos desembolsou 8,45 bilhões de dólares no negócio.

O que implica para o usuário a compra da MGM pela Amazon?
(2/16)
Um vasto catálogo cinematográfico

Os estúdios MGM são a grande fábrica de sucessos de bilheteria desde os anos 1920. 'E o Vento Levou', 'Thelma & Louise' (foto), 'Terminator', 'Rocky', 'Misery' e os filmes de James Bond são alguns deles.

O que implica para o usuário a compra da MGM pela Amazon?
(3/16)
A falência de um gigante

A MGM procurava um bom licitante há muito tempo, devido a seus problemas financeiros. Em 2010, declarou falência e acumulava enormes dívidas. A partir desse momento, investidores especulativos entraram em sua participação: o fundo Anchorage Capital é o controlador majoritário da empresa.

O que implica para o usuário a compra da MGM pela Amazon?
(4/16)
A pandemia agravou a crise da MGM

A mudança no modelo de negócios do setor audiovisual provocou uma crise profunda na MGM. O streaming rompeu a lógica das empresas que ainda vivem dos resultados nos cinemas e a pandemia fechou as salas, interrompendo suas rendas.

Imagem: Edwin Hooper / Unsplash

O que implica para o usuário a compra da MGM pela Amazon?
(5/16)
007 aguarda sua vez

O adiamento da estreia de '007 - Sem Tempo para Morrer', por exemplo, frustou a aposta da MGM em um grande sucesso de bilheteira. A ocupação dos cinemas ainda sofre restrições em muitos países. Além disso, muita gente ainda prefere evitar permanecer em lugares fechados.

O que implica para o usuário a compra da MGM pela Amazon?
(6/16)
Jeff Bezos fica com o cinema clássico

Com a compra da MGM, a Amazon adquire um imenso catálogo de cinema clássico para aumentar sua oferta. De qualquer forma, grande parte da filmografia da produtora está disponível em diversas plataformas de streaming.

O que implica para o usuário a compra da MGM pela Amazon?
(7/16)
Apple e Netflix também queriam MGM

Quem também estava na disputa para adquirir a MGM eram a Disney, que parecia um forte competidor, a Apple e a Netflix.

Imagem: Thibault Penin / Unsplash

O que implica para o usuário a compra da MGM pela Amazon?
(8/16)
A batalha de conteúdo

A batalha por conteúdo é evidente em um momento em que o streaming emergiu como a indústria central do entretenimento. A produção de séries, filmes e documentários é massiva e lembra a época em que os grandes estúdios de Hollywood exportavam dezenas de filmes ao mês para o mundo inteiro.

O que implica para o usuário a compra da MGM pela Amazon?
(9/16)
Setor à venda

Na verdade, o setor está em processo de compra e venda: a Fox já foi adquirida pela Disney, a Universal pela Comcast e a Warner Bros pela AT&T.

Imagem: Christian Chen / Unsplash

O que implica para o usuário a compra da MGM pela Amazon?
(10/16)
Amazon x Netflix

A Netflix é a rainha do streaming, mas a Amazon Prime Video está cada vez mais perto de alcançar o mesmo sucesso. Em abril de 2021, calculava-se que esta reunia 200 milhões de assinantes, quase o mesmo número da concorrente, que tem 208 milhões. A compra da MGM pode atrair mais público em busca dos tesouros do cinema.

Imagem: Compare Fiber / Unsplash

O que implica para o usuário a compra da MGM pela Amazon?
(11/16)
Uma operação bilionária

A compra da Metro Goldwyn Mayer é a segunda transação mais cara realizada pela Amazon. A empresa de Bezos só gastou mais dinheiro para apropriar-se da rede de supermercados Whole Foods, na qual investiu US $ 13,7 bilhões.

O que implica para o usuário a compra da MGM pela Amazon?
(12/16)
4 mil filmes

Com esta compra, a Amazon passa a ter a sua disposição um total de, aproximadamente, 4 mil filmes, segundo o The New York Times. Um extenso catálogo de clássicos e obras comerciais de todos os tempos. Entretanto, 'Cantando na Chuva' ('Serenata à Chuva', em Portugal), e o 'O Mágico de Oz', por exemplo, foram vendidas a Ted Turner para seu canal TCM.

O que implica para o usuário a compra da MGM pela Amazon?
(13/16)
Origem da MGM

Louis B. Mayer (foto) fundou a empresa em 1918, quando a indústria cinematográfica era um sonho em construção. Ele levantou um império que, ao longo dos anos, parecia indestrutível. Mas até os impérios caem.

O que implica para o usuário a compra da MGM pela Amazon?
(14/16)
Mais estrelas do que no céu

"Mais estrelas, o paraíso", esse era seu lema quando assinou contratos exclusivos com estrelas como Clark Gable, Greta Garbo (foto), Spencer Tracy, Elizabeth Taylor, Gene Kelly, James Stewart e Jean Harlow, entre outras.

O que implica para o usuário a compra da MGM pela Amazon?
(15/16)
Resultados artísticos e comerciais em declínio

Os últimos anos não foram particularmente bons para a MGM, que lançou títulos que fracassaram em bilheteria ou não tiveram resultados artísticos relevantes. Entre as novidades da MGM estão 'Gretel & Hansen' (foto), 'Respect – A História de Aretha Franklin' e 'Creed II'.

O que implica para o usuário a compra da MGM pela Amazon?
(16/16)
'House of Gucci', projeto em andamento

Por outro lado, a MGM iniciou as gravações de 'House of Gucci', um filme com Lady Gaga e Adam Driver que tem causado desconforto na família Gucci. Resta esperar seu lançamento e o que dirá a crítica.

Más para ti