O plano de fuga de Putin

E se Putin perder?
Plano de voo preventivo
Duas saídas
Um conflito que se arrasta por muito tempo
Putin deixaria um substituto confiável
Plano de fuga A: Síria
Síria: país aliado
Problemas para chegar lá
A Turquia teria a chave
Erdoğan decide
Negociações abertas
Plano de fuga B: Irã
Viagem mais fácil
À espera
Foi dito no canal do Telegram
Telefones abertos
E se Putin perder?

Quem está ganhando a guerra na Ucrânia? A resposta a esta pergunta depende de múltiplos fatores de análise. Mas se Putin perder, provavelmente, terá que deixar a Rússia.

Plano de voo preventivo

Segundo o Daily Mail, existe um plano detalhado para executar a fuga de Vladimir Putin.

Duas saídas

O Daily Mail menciona como fonte um canal Telegram onde são divulgadas informações internas do Kremlin. E duas saídas principais da Rússia são apontadas.

Um conflito que se arrasta por muito tempo

Em princípio, a Rússia teria vantagem em resistir nesta guerra. Mas Putin é precavido também em um cenário diferente ao almejado.

Putin deixaria um substituto confiável

De acordo com o Daily Mail, Putin sairia da Rússia com sua família, mas deixaria um líder altamente confiável no comando.

Plano de fuga A: Síria

O Daily Mail diz que um dos dois países que poderia sediar o exílio de Putin seria a Síria.

Síria: país aliado

A Síria é o Estado amigo mais próximo da Rússia, e o líder dessa ditadura, Bashar al-Assad, foi ajudado por Putin na Guerra Civil de 2015.

Problemas para chegar lá

O problema deste plano de fuga é que qualquer voo que Vladimir Putin faça da Rússia para a Síria teria que passar pelo espaço aéreo turco, e a Turquia é membro da OTAN.

A Turquia teria a chave

Nessa situação, se o governo turco negar à Rússia permissão para que o avião que transporta Vladimir Putin atravesse seu espaço aéreo, o plano de fuga ficaria seriamente comprometido.

Erdoğan decide

Seria Recep Tayyip Erdoğan quem teria a última palavra, o que torna a situação completamente imprevisível. Em princípio, o presidente turco é a favor de relações amistosas com a Rússia.

Negociações abertas

Putin e Erdoğan tiveram tantos encontros amistosos quanto desacordos sobre questões específicas. A diplomacia russa teria que trabalhar muito nesse plano de fuga.

Plano de fuga B: Irã

Se o plano sírio se mostrar impraticável, o outro destino para a fuga de Putin é o Irã.

Viagem mais fácil

Nesse caso, ele não atravessaria o espaço aéreo da OTAN nem pousaria em um país que pudesse ter laços com o Ocidente.

À espera

"É do interesse do Irã e da Turquia manter o presidente russo no exílio, usando-o, dependendo do momento, como alavanca ou moeda de troca".

Foi dito no canal do Telegram

Estas palavras foram ditas, segundo o Daily Mail, no canal Telegram ligado ao Kremlin e onde são discutidos os planos de voo.

Telefones abertos

Na falta de decidir para qual país o voo aconteceria, sabe-se que a inteligência russa já conversou e negociou com a Turquia e o Irã. Resta saber o que finalmente acontecerá.

Veja também: Tsirkon, o míssil hipersônico de alcance ilimitado de Putin

Más para ti