Fim do Grande Lago Salgado de Utah pode ser "bomba nuclear ambiental"

Catástrofe ambiental em Utah
O lodo do lago vai envenenar o ar
Arsênico
Metais pesados
Ecossistema ao limite
Menos insetos, menos pássaros, menos animais
O lago já é um terço do que era
99% de Utah sofre com a seca
Problemas de abastecimento de água?
O precedente do Lago Owen na Califórnia
Poeira tóxica
Lago Owen em uma imagem de satélite
O desastre do Mar de Aral
Antes e depois do Mar de Aral
Em 2040 não haverá água potável suficiente no Grande Lago Salgado
Últimos dias do Grande Lago Salgado
Catástrofe ambiental em Utah

O Great Salt Lake (Grande Lago Salgado) em Utah (EUA) seca. Se continuar assim, será um novo Mar de Aral, que desapareceu para sempre. As consequências vão além da desertificação. O New York Times descreveu a situação como uma "bomba nuclear ambiental".

O lodo do lago vai envenenar o ar

Com o rebaixamento radical do nível da água,  o lodo do lago fica exposto e, ao secar, transforma-se em um pó que pode ser altamente tóxico.

Arsênico

Segundo cientistas citados pelo The New York Times, a poeira que emergirá do que foi o Grande Lago Salgado pode causar uma grande nuvem tóxica com arsênico, um elemento altamente venenoso.

Metais pesados

Essa "tempestade tóxica" também pode conter vestígios de metais pesados, lançados no lago, durante décadas, pela importante atividade de mineração na área.

Imagem: Billy Clouse/Unsplash

Ecossistema ao limite

O ecossistema das Grandes Salinas de Utah está à beira de um colapso irreversível. Bonnie Baxter, professora de biologia do Westminster College, resumiu ao The New York Times: "É aterrorizante".

Menos insetos, menos pássaros, menos animais

O Grande Lago Salgado está, na verdade, secando há anos, mas ultimamente os alarmes dispararam: sem sua água os insetos morrerão e, portanto, os pássaros não poderão se alimentar. Isso causará um efeito catastrófico, em cadeia, na fauna e na flora da região.

O lago já é um terço do que era

De acordo com dados do Serviço Geológico dos Estados Unidos, coletados pela Euronews, o Great Salt Lake de Utah passou de ter uma área de aproximadamente 8.547 quilômetros quadrados, em 1980, para 2.590, hoje. Significa que perdeu dois terços de sua extensão.

Imagem: Do USGS - http://ut.water.usgs.gov/greatsaltlake/images/GSLmap2.jpg, Domínio Público, https://commons.wikimedia.org/w/index.php?curid=1223825

99% de Utah sofre com a seca

A seca no Estado de Utah é um fenômeno persistente e preocupante. O governador Spencer Cox declarou estado de emergência, assegurando que "afeta 99% do território".

Problemas de abastecimento de água?

A prefeita de Salt Lake City, Erin Mendenhall, também alertou sobre essa seca e antecipou a possibilidade de comprometimento do abastecimento de água.

O precedente do Lago Owen na Califórnia

O que está acontecendo em Utah já foi visto na Califórnia quando o Lago Owen secou. Aconteceu em 1926. A água do rio e dos córregos que o alimentavam foi desviada para Los Angeles.

Poeira tóxica

Desde então, nuvens periódicas de poeira tóxica com arsênico, cádmio e outros elementos perigosos foram geradas. A área quase não tem habitantes devido a isso.

Lago Owen em uma imagem de satélite

A devastação óbvia do Lago Owen é aterrorizante (veja a imagem de satélite), mas as dimensões do Grande Lago Salgado são muito maiores. A catástrofe que ocorre em Utah também é, portanto, maior do que a da Califórnia.

Imagem: Pela tripulação da ISS Expedition 28 - NASA Earth Observatory, Public Domain, https://commons.wikimedia.org/w/index.php?curid=16446790

O desastre do Mar de Aral

Outro precedente para a ação humana brutal em uma massa aquífera foi a secagem do Mar de Aral pela antiga União Soviética. A canalização de suas águas, na década de 1960, fez com que praticamente desaparecesse.

Antes e depois do Mar de Aral

A comparação entre o que foi o Mar de Aral e a escassa extensão em que permaneceu é devastadora.

Em 2040 não haverá água potável suficiente no Grande Lago Salgado

O aquecimento global somado à ação humana sem controle desencadeia o fenômeno da seca. Cientistas calculam que até 2040 os recursos hídricos para dar de beber à cidade de Salt Lake City podem estar esgotados.

Imagem: Brandon Green/Unsplash

Últimos dias do Grande Lago Salgado

Se nenhuma ação urgente for tomada, o Great Salt Lake de Utah será um deserto. E cidades próximas podem se tornar inabitáveis pela poeira tóxica. Um futuro que, esperamos, possa ser evitado.

Imagem: Michael Hart/Unsplash

 

Más para ti